Mensagens

Janelas do tamanho dos sonhos

Imagem
O corpo precisa de se mexer para dançar, o que vive lá dentro não. Os sonhos dançam uns com outros, zombando da inércia dos membros, que não os podem levar à lua. Se o corpo é a casa, as janelas são a alma.

A vida secreta das sombras

Imagem
As sombras escorrem pelas paredes, pelas pedras da calçada, pelos rebordos do mundo. Esgueiram-se para além do bem e do mal. Na esteira dum gato pardo que não pertence à luz ou às trevas Isolam-me dos seus segredos, expulsam-me dos prazeres que a luz não pode contar.

Travessia

Imagem
Os terramotos são as trovoadas do chão. Muito se enganam os que imaginam o céu enquanto futuro e os entranhas da terra como passado. É precisamente ao contrário. A vida é uma queda livre - o truque é saber onde aterrar.

Emboscadas

Imagem
As palavras são mais reais  do que o papel onde se inscrevem, mais verdadeiras do que a tinta em que estão impressas. As palavras têm gumes afiados e as pessoas são pedras de amolar.

Mudança de pele

Imagem
A minha casa está mudar de pele: novo pavimento, papel de parede mais moderno, linhas mais de acordo com as exigências da vida moderna. Ainda assim, descubro sinais da antiga decoração: um risco na parede onde se encostou um móvel, a cor antiga da lareira a emergir da fuligem. É impossível esgueirar completamente daquilo que fomos. Abro um carreiro através do corredor, sobre as cinzas dos esfoliados resíduos daquilo que fui.

Homem debruçado na rua

Imagem
Homem debruçado na rua, procurando algo. Os transeuntes dobram-se também subtilmente, tentando perceber o que procura. Alguém pergunta: - Perdeu alguma coisa? - Sim. - Quer ajuda? - Pode ser. - O que perdeu? - Não sei. Mas assim que o descobrir lembro-me.

Biografia dum equívoco

Imagem
Sou uma mentira ambulante. Minto com palavras, minto com fotografias. Minto de forma tão perfeita e eficaz que consigo enganar toda a gente menos eu. Este post é apenas mais uma das minhas mentiras. Talvez um dia perca a memória. Então a única possibilidade será acreditar nas minhas próprias palavras e fotografias. Nessa altura tudo isto será real, apesar de não passar de mais uma piedosa parcela da mentira que eu sou.